O voto é secreto, e EU falo SÉRIO!

Neste domingo, 7,  tem eleição e já ouvi absurdos de gente falando dezenas de impropérios sobre esse fato. Definitivamente, esses não podem reclamar, pois se não votam em ninguém assinam seu atestado de descaso com sua cidade! 

É comum a gente esquecer de adquirir conhecimento nesse sentido. Mas, num país democrático, numa democracia, o ato de votar representa o ato de fazer governo e acredito que cada um de nós deveria fazer também… Fazer direito. Fazer bem feito.

Você assiste o Horário Político e acha engraçado ver tantas aberrações? Desculpa, mas tenho pena de você. É melhor rir do que chorar? Não acho. Não acho que rir seja a melhor solução… Enquanto você ri, a mulher fruta, o humorista, o analfabeto, o cantor e o jogador de futebol governam SUA cidade e o SEU país. 

O voto não serve a um amigo, não combate um inimigo, não se presta ato de obediência a um chefe e não se satisfaz uma simpatia. Mas pelo voto a gente escolhe! Escolhe de maneira definitiva e irrecorrível. Escolhe o indivíduo ou grupo que nos vão governar por determinado prazo de tempo. 

Somos nós que escolhemos quem vai modificar as leis velhas e fazer leis novas. Leis que nos interessam. Leis que pode nos dar e nos tirar tudo… Até o ar que se respira, até os sete palmos da terra derradeira moradia. 

Escolhemos aqueles que nos vão cobrar impostos e, pior ainda, que irão estipular sua quantidade. É grave a escolha desses “colaboradores”, pois uma vez lá em cima podem nos arrastar à penúria, nos chupar a última gota de sangue, nos arrancar o último vintém do bolso. 

Não é preciso falar sobre isso, eu, você e todos os brasileiros já sabem (ou deveriam saber)… Também escolhemos nas eleições aqueles que têm direito de demitir e nomear funcionários, presidir a existência de todo o organismo burocrático. 

E assim, quando vocês forem levianamente levar um voto para o Sr. Fulano, ou para o Sr. Sicrano que tem tanta vontade de ser eleito, lembrem-se de que não vão proporcionar a esses sujeitos um simples emprego muito bem remunerado… Vão lhes entregar um poder enorme e temeroso.

Votem. Mas pensem bem antes. Votar não é assunto indiferente, é questão pessoal! Escolham com calma, pesem e meçam os candidatos! 

Não votem para fazer graça. Porque, afinal, a gestão, quando é ruim nos dá uma surra, nos põe na rua, tira o último pedaço de pão de nossas mesas. E quando a gente não se conforma, nos intitula de revoltoso e dá cabo de nós a ferro e fogo.


0 Comentários em "O voto é secreto, e EU falo SÉRIO!"

Postar um comentário

Comente