Parabéns para esse ícone do Jornalismo Esportivo!

Neste dia 22 de julho, Léo Batista, comemora 80 anos de idade, sendo 65 de profissão. Com tanto tempo no batente, o paulista de Cordeirópolis acumulou um currículo invejável de transmissões e cobertura de eventos. 

Por isso, temos que prestar uma homenagem a este homem que transmite eventos esportivos desde quando João Havelange era o destaque do pólo aquático brasileiro nos Jogos Olímpicos. A maneira que encontramos para fazê-lo é apresentar cinco fatos que o leitor – talvez – não saiba sobre o aniversariante do dia.

Enquanto isso na Liga da Justiça… 

Léo Batista tem uma reconhecida carreira no jornalismo esportivo, mas também narrou as aventuras dos Heróis Marvel, nos anos 80, quando a TV Globo transmitia os desenhos animados.

“Gualicho”, o Anjo da pernas Tortas 

O botafoguense Léo Batista narrou o primeiro jogo de Mané Garrincha no time da estrela solitária. Na hora da transmissão, entretanto, ficou na dúvida sobre o nome correto do futuro craque e desceu aos vestiários para esclatrecer a dúvida. 

- “Rapaz, como é o seu nome? É Gualicho ou Garrincha?”, indagou o narrador.
- “Pergunta pro Seu Santos”, respondeu o camisa 7 do Botafogo, em referência ao jogador Nilton Santos, que confirmou o apelido Garrincha.

Saio da vida para entrar na história
 

Léo Batista foi o primeiro a dar o furo da morte de Getúlio Vargas, em 24 de agosto de 1954. Há quem diga que, na realidade, a notícia foi dada em primeira mão pelo Repórter Esso, da rádio Nacional. Esta equívoco, segundo o aniversariante, acontece por conta do alcance muito maior que a rádio Nacional tinha em relação à rádio Globo.

Léo Batista subiu no telhado 

Certa vez, a equipe da TV Rio foi proibida de  entrar no estádio do São Cristóvão para transmitir um jogo. A solução foi alojar todos em um telhado vizinho, onde podiam acompanhar a partida. O concreto, entretanto, não aguentou e cedeu, jogando toda a equipe no chão. Por sorte, ninguém se feriu.

Cáxara de forfe, cúspere de grilo 

Quando foi pedir emprego à rádio Globo, encontrou o veterano narrador Raul Brunini. Depois de se apresentar, recebeu um “elogio” por sua narração da partida entre XV de Piracicaba e Palmeiras:  ”Cara, você torce demais pro XV, mas é muito bom!”.

E o leitor, tem alguma boa história sobre Léo Batista?

Fontes: TV Globo e ABI Online

0 Comentários em "Parabéns para esse ícone do Jornalismo Esportivo!"

Postar um comentário

Comente