Escrito pelo colega Antônio Luiz

 
BRILHO DOS OLHOS

O carteiro avisa: abre a janela da minha alma,
E um ciclone de emoções percorre as minhas veias,
Divagam os sentimentos que em mim palpitam,
Os olhos brilham. Revelam estado de inebriação.
Irradiam felicidade!

E ser feliz é o desejo mais profundo do coração humano.
Felicidade é viver cada momento com a intensidade de poder ser o último,
É saber que a vida não está passando em vão,
É sentir o bem-estar espiritual. A paz interior.
E perceber que fez algo por si e pelo próximo,
Que contribuiu para a melhoria da sociedade!
Ser feliz é não esmorecer diante dos obstáculos.

Então, levante depois da queda,
Sorria com o passar das lágrimas,
Aguarde o sol brilhar mesmo em dias de tempestade.
Sim, podemos ser felizes. Acredite!
Mas não esqueça, encontrar Deus é imprescindível.

Ao lado do Criador, todos conseguem a felicidade plena.
E brilham os olhos!


LIMITES DO SOFRIMENTO 

As adversidades fazem parte da vida,
Logo, o sofrimento é comum a todos.
Desde que o pecado ingressou no mundo,
Há desordem no sistema instituído por Deus.
No livro “Limites do Sofrimento”, Silas Malafaia lembra:
Sofremos por necessidade, perda, injustiça, doença,
Morte, restrições à liberdade e atitude errada.
Mas há um limite para o sofrimento,
Lembre, Deus é amoroso e misericordioso.
Assegura o sol e a chuva. Estabelece as leis que regem a natureza,
Dá os meios de sobrevivência e as condições básicas de vida.
Mas é preciso ter fé e esperança para superar desafios e aflições.
Deus permite o sofrimento e o usa na purificação do homem,
Proporciona depuração mental, espiritual. Humaniza!
Saiba, Deus não nos abandona durante dilúvios e tempestades.
Podemos até hesitar diante da tensão e da agonia,
Porém, jamais estaremos desamparados,
Pois o Criador não fica alheio ao sofrimento humano.
Ele é um Deus presente que cuida de nós.

(Oferecimento do colega jornalista Antônio Luiz – o homem que sabe o que diz!).

0 Comentários em "Escrito pelo colega Antônio Luiz"

Postar um comentário

Comente