Todo mundo espera alguma coisa de um sábado à noite...


 
Bis... O Festival Quebramar ontem deixou aquele gostinho de quero mais... E hoje tem muito mais!
 
A galera que curti um som maneiro pode selar a agenda que já tem lugar marcado. A partir das 19 horas, no Anfiteatro da Fortaleza de São José. 
 
Dá uma conferida nas atrações...
 
19h – Novos e Usados (AP)
19:40h – Matinta Perera (AP)
20:20h – Prolepse (AP)
21h – Radiovoxx (AP)
21:40h – Amatribo (AP)
22:20h – Profetika (AP)
23h – Amaurose (AP)
23:40h – Marttyrium (AP)
00:20h – Torture Squad (SP)
 
A gente se encontra lá!
 
Conheça um pouco sobre a atração principal desta noite, Torture Squad, de São Paulo:
 
Torture Squad é uma banda de death/thrash metal formada em 1990. Seus fundadores são Marcelo Dirceu (baixo/vocal) e os irmãos Cristiano (guitarra) e Marcelo Fusco (bateria). Em 1993 saem Marcelo Dirceu e Marcelo Fusco e entram o guitarrista Fúlvio Pelli, o baixista Castor, o vocalista Vitor Rodrigues e o baterista Amilcar Christófaro. No mesmo ano a banda grava sua primeira demo chamada A Soul in Hell, e em seguida, Fúlvio Pelli deixa a banda. 

Com quatro integrantes no line-up, a banda grava seu primeiro álbum Shivering (1995), mas só lançam em março de 1998 de forma independente. Quando a primeira edição estava por esgotar, um novo selo brasileiro, chamado "Destroyer Records", se interessa em relançá-lo e desde então o Torture Squad e a Destroyer começam a trabalhar juntos. A gravadora se mostra interessada em lançar o próximo álbum do Torture Squad e a partir daí, a banda começa a compor para o segundo álbum que viria a ser o Asylum of Shadows. Em dezembro de 1999, o novo álbum é lançado rendendo uma pequena turnê na Alemanha em 2000 e em dezembro de 2001 lançam The Unholy Spell, um dos melhores álbuns da banda segundo o público e a mídia especializada. 

Em 2002 Cristiano Fusco, o último membro original, deixa a banda. Para seu lugar é chamado Maurício Nogueira, ex-guitarrista do Krisiun. 

Com a formação estabilizada, entram em estúdio para gravar seu quarto álbum e em 2003 lançam Pandemonium levando o título de melhor álbum do ano pela revista Roadie Crew e demais sites. Na metade do ano de 2004, o Torture Squad lança seu quinto álbum Death, Chaos And Torture Alive juntamente com o DVD homônimo. Como o próprio nome diz, esse álbum mostra toda a fúria da banda ao vivo do show gravado na Led Slay em São Paulo. Em 2006 eles realizam uma turnê de dois meses tocando em cidades na Alemanha e Áustria e lançam seu primeiro EP Chaos Corporation como uma prévia para o próximo álbum chamado Hellbound. 

A banda é escolhida em maio de 2007 para representar o Brasil no "Metal Battle" do festival Wacken Open Air. Após três meses o Torture Squad vence a competição rendendo um contrato com a gravadora Wacken Records e a garantia de retornar aos palcos do festival em 2008. 

Este resultado também permitiu ao Torture Squad o lançamento do álbum Hellbound na Europa e no Brasil. Porém, no começo do ano de 2008, Maurício Nogueira deixa a banda por motivos particulares. Para substituí-lo é chamado Augusto Lopes, da banda Eternal Malediction.[ 

Com este line-up, o Torture Squad retorna à Europa para realizar a maior turnê até então tocando em 20 países fazendo mais de 70 shows, incluindo o show no festival Wacken Open Air. 

O ano de 2009 começa muito bem para o Torture Squad. Depois do lançamento de Hellbound e sua excelente repercussão no Brasil, Europa e Estados Unidos, a banda realiza uma turnê européia ao lado de duas lendas do thrash metal mundial, Overkill e Exodus. A tour começa na metade de fevereiro em Londres, onde o grupo brasileiro se apresenta pela primeira vez, e conta com mais 12 shows em países como Espanha, Alemanha, Itália, Holanda, Suíça e República Tcheca. 

O mais recente lançamento de estúdio deles, Aequilibrium foi lançado na Europa em agosto de 2010 pela Wacken Records / H’art / Zebralution / SAOL. A banda gravou uma nova versão para a faixa título de seu terceiro álbum The Unholy Spell que foi incluída como bônus com o título de The Unholy Spell 2010. O álbum foi gravado no Norcal Studios em São Paulo/Brasil com os produtores Brendan Duffey e Adriano Daga. 

Em janeiro de 2011, o guitarrista Augusto Lopes deixa o Torture Squad e André Evaristo o substitui. 

Informações sobre a Banda fonte wikipédia.

Por Lílian Guimarães.

2 Comentários em "Todo mundo espera alguma coisa de um sábado à noite..."

  1. Anônimo Falou:

    LILIAN TEU BLOG TÁ DUCARELEO!

    Anônimo Falou:

    Concordo, o blog tá lrgal demais, tem de tudo, desde noticias, entretenimento, cultura, denuncias, sentimentos, dicas... Lora tu é foda mesmo! Denise.

Postar um comentário

Comente