Renato Reis instiga: Os olhos são a janela da alma?

 A imagem comprova que os olhos são a janela da alma! (Foto: Marcus Danilo)


No segundo dia da Oficina de Fotografia, ministrada pelo fotografo Renato Reis, no Teatro da Bacabeiras, fica bem claro, que você pode ir ao infinito, embarcando na viagem, da Janela da Alma. 

O documentário exibido pelo fotografo foi bem escolhido, pois instiga a tal sensibilidade que tende a revelar os detalhes dessa tal alma. É sim, o primeiro passo para um click de uma foto, e captura da imagem desejada.  

Algo bem explorado no documentário são os diferentes graus de deficiência sobre vários aspectos relativos à visão: o funcionamento fisiológico do olho, o uso de óculos e suas implicações sobre a personalidade, o significado de ver ou não ver em um mundo saturado de imagens e também a importância das emoções como elemento transformador da realidade, ¬ se é que ela é a mesma para todos. 

No filme, fica subentendido o poder de ver com a alma, de sentir as coisas com outras ferramentas corporais além da visão, portanto, concluo que os entrevistados vêem pouco, mas enxergam muito, pois o olhar não é apenas a janela para o mundo lá fora, mas também para nosso mundo interno. 

Renato Reis instiga todo tempo, esse tal olhar, essa visão única de cada ser. Principalmente nós adultos, que vivemos enclausurados pelas trancas da timidez e da tal postura politicamente correta. É uma provocação para cada um de nós, pois todos crescem. Para alguns, crescer é o ato de fechar as janelas da alma, com medo do que poderá entrar e do que os outros poderão achar. Onde estão às pessoas que deixam as janelas abertas para a vida poder circular? Renato nos deixa o alerta: Crescer não é fechar a janela do encanto! 

Se vivermos no efeito do que Narciso acha feio não é espelho... Seremos todos narcisistas? Será que só achamos belo, valioso e relevante aquilo que reflete nosso gosto? 

O fato é, temos que ter a percepção antes do click inicial, precisamos nos desprender de todos os medos, inseguranças, timidez e enxergarmos com a alma, cada detalhe, o melhor ângulo e o que realmente é necessário estar presente na imagem.   

Parabéns Renato, por instigar esse novo olhar. E parabéns mais uma vez aos organizadores do Festival Quebramar! 

Por Lílian Guimarães.

2 Comentários em "Renato Reis instiga: Os olhos são a janela da alma?"

  1. Anônimo Falou:

    Muito bem escrito Lílian! Fernanda.

    Anônimo Falou:

    ESSA MINHA ALUNA É UM ESPETACULO.

Postar um comentário

Comente