O encantador som do Grupo Violentango

 Foto: Lílian Guimarães


O encantador som do Grupo Violentango, foi o ponto alto no terceiro dia, do Festival Quebramar. O alto nível técnico agradou quem esteve presente no Centro Azevedo Picanço, e alimentou os ouvidos com um som de excelente qualidade.  

A apresentação mesclou músicas próprias do grupo e clássicos do tango, interpretados sob uma nova perspectiva criada pela banda, o que fica claro a busca pelos novos ritmos e sonoridades. Por outro lado, os arranjos são destaque no grupo.  

O show é cativante, pois o grupo explora o máximo de possibilidades de combinações sonoras oferecidas pelos violões, bandoneon, baixo e percussão. Mesclando de forma única o tango com o rock progressivo dos anos 60 e 70. 

Violentango surgiu em 2004 em Buenos Aires e é formado por Adrián Ruggiero (Bandoneon e violão), Juan Manuel López (violão), Santiago Córdoba (Percussão), Andrés Ortega (violão) e Ricardo Jusid (Baixo).  

Parabéns para a organização do Festival Quebramar, galera do Coletivo Palafita e Fora do Eixo.  

Por Lílian Guimarães.

2 Comentários em "O encantador som do Grupo Violentango"

  1. Anônimo Falou:

    ei lindona, tua foto ficou jóia.

    Anônimo Falou:

    FOI 10 MESMO! O BLOG TÁ CADA VEZ MELHOR. PARABÉNS! JUNIOR

Postar um comentário

Comente