Hoje tem palhaçada? Tem sim senhor!



Permitir-se, ao riso, ao ridículo, ao ingênuo, e despertar o lado cômico, presente em todo ser humano, mas que é muitas vezes bloqueado pela ‘pressão’ da vida moderna. A Palhaceata levou as ruas de Macapá, neste sábado, 10, exatamente isso, o resgate da cultura do palhaço, desenvolvendo um novo olhar a partir dessa forma mais alegre de ver e sentir o mundo. 

Um ambiente de descontração, onde as pessoas puderam extravasar e relembrar como é bom ser criança, e principalmente a importância de resgatar as raízes e a imagem do verdadeiro palhaço.  




Alenk Nobre, um dos organizadores da Palhaceata, interagiu do inicio ao fim com os participantes, sempre destacando o verdadeiro sentido da figura do palhaço.  

A Palhaceata saiu da Praça da Bandeira e percorreu a Avenida Fab, descendo a Rua Cândido Mendes, prosseguindo pela Avenida Padre Júlio, Rua São José e finalizando na Praça Veiga Cabral.  




Os presentes se reuniram ao redor de uma lona colorida, onde ocorreu apresentações da  “Abre Roda de Palhaço”, com montagem de esquetes (quadros) tradicionais de palhaço e com o “Cabaré dos Palhaços”, um espaço para apresentações livres.  

Os corações transbordaram de alegria... 

Por Lílian Guimarães.

4 Comentários em "Hoje tem palhaçada? Tem sim senhor!"

  1. Anônimo Falou:

    Que bacana Lílian Guimarães. Dou muito valor em ler seu blog. Poxa tinha até me programado pra ir na Palhaceata, mas o trabalho não deixou. Nunca mais trocamos uma idéia. Saudades de vc querida amiga. Raul

    Anônimo Falou:

    cara de braba, acho muito engraçada essa tua cara.

    Anônimo Falou:

    OLHA A MARIA FERNANDA IGUAL A TIA. KKKKKK... FALA SÉRIO, VCS TÃO BONITAS DEMAIS. BEIJÃO. SÉRGIO

    Anônimo Falou:

    VALEU, VALEU, VALEU PELA COBERTURA DO NOSSO EVENTO! TAI

Postar um comentário

Comente