Projeto Carbono Cajari será apresentado nesta quinta, 27, na 48ª Expofeira



O Projeto Carbono Cajari patrocinado pelo Programa Petrobras Ambiental, será apresentado, para imprensa local e visitantes, nesta quinta-feira, 27, às 19 horas, no estande “Valorizando o homem da Floresta” do Instituto Estadual de Florestas (IEF), localizado no Pavilhão de Oportunidades e Negócios, da 48ª Expofeira Agropecuária do Amapá. Na ocasião haverá a entrega dos kits do Projeto.

Voltado para a Comunidade e Agroextrativismo da Castanha na RESEX do Rio Cajari, o projeto contribui como forte instrumento de implementação do desenvolvimento sustentável, evidenciando estratégias com enfoque integrado nos processos produtivos e do meio ambiente.

Investindo no futuro dos povos da floresta:

O projeto visa ampliar a conscientização ambiental dos moradores, através de um programa de Educação Ambiental participativo e integrador.  Respeitando o modo de vida das comunidades e sua relação com a floresta onde vive.

A iniciativa prevê um impacto positivo de longo prazo na conservação da população de castanheiras ao fortalecer o extrativismo e a cadeia produtiva de castanha do Brasil, aliando desenvolvimento sustentável e conservação dos recursos naturais em uma Unidade de Conservação Federal.

Dinâmica do Projeto Carbono Cajari:

O trabalho é voltado para as comunidades tradicionais da RESEX do Rio Cajari, sul do Amapá, a fixação de carbono e emissões evitadas pela conservação das florestas e da biodiversidade associada ao bioma amazônico, contribuindo no combate ao aquecimento global e às mudanças climáticas.

Com isso, foram estabelecidos cinco Núcleos Comunitários de Referência (NCR) para implementação das ações relativas à experimentação, produção, difusão e comunicação no interior da RESEX do Rio Cajari. O projeto é desenvolvido simultaneamente em 13 comunidades, nas quais 1.380 pessoas terão envolvimento direto com o projeto ao longo de sua execução.

Etapas do Projeto Carbono Cajari:

1 – Mapeamento dos Castanhais para quantificação da produção e do potencial de emissões evitadas; 2 – Fixação de carbono através da expansão da população de castanheiras nas áreas de roçado; 3 – Melhoria da infra-estrutura e processos de coleta, armazenamento, beneficiamento e transporte da produção; 4 – Capacitação ambiental, produtiva e gerencial e 5 – Capacitação e treinamento gerencial administrativo financeiro.

Parceiros do Projeto:

Associação dos Trabalhadores Agroextrativistas da Reserva Cajari (ASTEX-CA) e as instituições parceiras: Associação de Mulheres do Alto Cajari (AMAC), Cooperativa Mista dos Trabalhadores Agroextrativistas do Alto Cajari (COOPERALCA), Embrapa Amapá, Instituto Estadual de Florestas (IEF), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Escola Família Agroextrativista do Maracá (EFAEX-MA), Escola Família Agroextrativista do Carvão (EFAC) e Conselho Nacional das Populações Tradicionais (CNS), além de outras instituições.

Lílian Guimarães

Assessora de Desenvolvimento Institucional IEF

0 Comentários em "Projeto Carbono Cajari será apresentado nesta quinta, 27, na 48ª Expofeira"

Postar um comentário

Comente