Todo dia é dia de viver, para ser o que for e ser tudo!

Sempre valorizo momentos com os amigos, por mais que alguns pareçam ser mais um encontro, na verdade, são momentos únicos e merecem ser valorizados. Levo como lema, todo dia é dia de viver, para ser o que for e ser tudo!

Na última terça, sai para bater um papo, com um casal de amigos, nada badalado, mesmo porque as dores no meu pé, ainda permanecem intensas. A pedida da noite foi um barzinho, onde tocava MPB, com repertório variado e de qualidade, músicas que marcaram minha vida e que me trazem bons sentimentos, entre elas:

“Oh meu amor, eu tenho medo de enlouquecer, quando você vai pra longe, quando você sai do meu horizonte, eu não amanheço mais. Eu quero ter você, de vez do meu lado, e o meu desejo não tem medo do errado”... (Naldo Maranhão).

Nada melhor que a música para expressar nossos sentimentos, relembrar datas, reviver histórias, sentir saudade de quem amamos. Como o trecho da música do Djavan: “Te adoro em tudo, tudo, tudo, quero mais que tudo, viver uma grande história”...

Além da boa música, conversei com pessoas queridas, falamos sobre política, religião, profissão, amigos, vida pessoal, amorosa e planos futuros. Dedico a música abaixo para vocês...


Metamorfose Ambulante
Raul Seixas


Prefiro ser
Essa metamorfose ambulante
Eu prefiro ser
Essa metamorfose ambulante

Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo

Eu quero dizer
Agora, o oposto do que eu disse antes
Eu prefiro ser
Essa metamorfose ambulante

Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo

Sobre o que é o amor
Sobre o que eu nem sei quem sou

Se hoje eu sou estrela
Amanhã já se apagou
Se hoje eu te odeio
Amanhã lhe tenho amor

Lhe tenho amor
Lhe tenho horror
Lhe faço amor
Eu sou um ator

É chato chegar
A um objetivo num instante
Eu quero viver
Nessa metamorfose ambulante

Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo

Sobre o que é o amor
Sobre o que eu nem sei quem sou

Se hoje eu sou estrela
Amanhã já se apagou
Se hoje eu te odeio
Amanhã lhe tenho amor

Lhe tenho amor
Lhe tenho horror
Lhe faço amor
Eu sou um ator

Eu vou lhe desdizer
Aquilo tudo que eu lhe disse antes
Eu prefiro ser
Essa metamorfose ambulante

Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo

0 Comentários em "Todo dia é dia de viver, para ser o que for e ser tudo!"

Postar um comentário

Comente