A banda mais bonita da cidade e a psicologia de massa

Um dos mais espantosos virais da internet na atualidade é o clipe Oração, d´A banda mais bonita da cidade. Não só o clipe se tornou um sucesso espantoso, como a música se tornou um chiclete. Quem ouve, começa a cantar.

O que temos aí é um típico fenômeno de massificação. No comportamento de massa, as pessoas agem como se estivessem na multidão, mas sem a proximidade física. É um comportamento governado pelo complexo límbico, ou cérebro mamífero, responsável pelo instinto de manada, socialização e pelos sentimentos. Da mesma forma que os bois seguem uns aos outros, a massa quer fazer parte de um grupo, segui-lo e identificar-se com ele.

O sentimento aí é de felicidade: todas as pessoas que aparecem no clipe estão felizes, alegres e o receptor quer compartilhar isso, quer fazer parte dessa festa, dessa alegria.

Essa sensação de pertencer a um grupo é elevada pela própria estrutura do clipe: no começo, vemos um homem só, cantando, de forma quase melancólica. Quando ele começa a andar com ele, outras pessoas vão aderindo à música e ela vai se tornando alegre. Nesse sentido, o plano sequência é perfeito, pois simula a criação de uma multidão, com os membros aderindo um a um ao grupo. Na medida em que isso acontece, também o receptor, atrás do monitor do computador, sente  vontade de aderir e sentir essa felicidade, participar desse grupo.

A estrutura repetitiva da música aumenta essa sensação e fala diretamente ao cérebro límbico. Os boiadeiros também costumam entoar canções repetitivas para direcionar a boiada. A repetição não só fala ao nosso desejo de fazer parte de um grupo, mas também aos nossos sentimentos. Mais: nós associamos a repetição ao período em que somos bebês e ouvimos o bater do coração de nossas mães. Portanto, é uma sensação de conforto.

Com letra simples, repetitiva e fácil de ser decorada, A banda mais bonita da cidade consegue com perfeição criar condições para sua massificação, daí o sucesso.

Em tempo: o fato de ter sido massificada não impede a música de ter qualidade técnica. Nesse caso, ao contrário. Tanto musicalmente quanto visualmente o clipe é muito bom. Aliás, a forma como a letra brinca com a redundância e a informação dava um artigo analisando Oração do ponto de vista estético. Qualquer dia escrevo sobre isso...

http://www.ivancarlo.blogspot.com/

0 Comentários em "A banda mais bonita da cidade e a psicologia de massa"

Postar um comentário

Comente